Sessão Especial - Pauta: Reforma da Previdência

por Câmara Municipal de Medicilândia publicado 10/04/2019 19h57, última modificação 10/04/2019 19h57
Sessão Especial da Câmara Municipal de Medicilândia, a fim de debater a reforma da previdência social.
SESSÃO ESPECIAL DA CÂMARA MUNICIPAL (10.04.2019) - PAUTA: REFORMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL.

A Câmara Municipal de Medicilândia, Estado do Pará, reuniu-se hoje (10.04) em Sessão Especial com a pauta: Reforma da Previdência Social. A respectiva sessão foi realizada em atenção ao requerimento nº 030/2019, de autoria do Vereador Jari Teixeira - PDT, acompanhado de assinaturas e aprovado por unanimidade do Plenário da Câmara Municipal na sessão ordinária do dia 25 de março de 2019.

No requerimento o Edil autor da matéria requeria a Mesa Diretora da Casa a realização de uma Sessão Especial, a fim de discutir e pautar reivindicações na proposta de emenda constitucional PEC da Previdência Social. A retro mencionada sessão seria com a participação da socieadade, SINTEPP; SIPRAM; ASPLAM; STTR; Executivo Municipal; e sociedade civil organizada, no entanto registrou presença apenas o SIPRAM, SITEPP e alguns Edis.

Na discussão foi comentado sobre a idade mínima proposta atual 65 anos homens e 62 mulheres; a aposentadoria do trabalhador rural; desconstitucionalização da matéria, na proposta há um dispositivo pedindo para alterar o quórum qualificado para mudanças na constituição; dentre outros pontos importantes e que ao entendimento na discussão vai prejudicar o trabalhador, seja rural, seja empregado e principalmente professores e professoras.

"Lembrando que a mulher é a mais prejudicada nesse aumento de idade, a mulher vai aumentar 7 anos a mais para se aposentar", disse a Senhora Alcione (SINTEPP).

Na discussão e ao final foi sugerido que a fala e todos os pontos da reforma aqui questionados seja encaminhado ao Senado Federal; Câmara dos Deputados; Gabinete do Presidente da República e aos nossos Deputados Federais e Senadores do Pará. Senhor Presidente registrou que fará os devidos encaminhamentos aos órgãos competentes.

Por: Erisvaldo Silva.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.